sábado, 31 de dezembro de 2011

Amigos

Ola! A todos que só por um minuto deram uma lida neste blog, sei que não é aquilo tudo, mas é como eu sou, e como as pessoas que eu convivo. Agradeço a todos os amigos que fiz este ano e aos que mantive! Tive varios clientes novos que se tornaram amigos e agradeço também aos comandantes das embarcações dos outros clubes e suas familias...

Comandantes, marinheiros, taifeiros e os amantes da nautica...
Club dos engenheiros, Sr Roberto, Sr Alceu, Sr Mané, Sr Gilberto, Senhores Sergio (XARÁ), Comodoro Gasola e Sr Bira...
A uma referencia como pessoa e profissioal, Jackson Bergamo...
Um novo velejador que chega para aumentar a frota da billings, Sr Edmilson e a todos deste clube!
Marina AWM, Porto Praia, marina do Romano, a do Santiago, Cruzeiro do Sul,
e também aos amigos Renato (mecanico), ao tio Chico, ao Rossi, a turma toda dos jet ski, Frank Aguiar, Ratinho, Goulart, e muitos outros que conviven conosco todos os fins de semana!

Há uma parte nautica da Billings que vive dela, são os pescadores profissionais que cruzam ela todos os dias... Bom, eu gostaria de falar de todos...
Ainda estaria faltando o Sr Sergio Milane, Sr Edson (chalana), Mirim (morador e gente boa), Serginho (pescador)... Não dá! Se for escrever tudo... Estou aqui a alguns minutos e tantas historias deste ano ja vieram à cabeça... Fora as velejadas, a Sucuri, os noroestes, todos os passeios com turistas... É uma alegria muito grande chegar a mais um fim de ano com tanta gente boa e historias boas...
A felicidade é tão simples, e tem tanta gente que só acha ela na arogância e no dinheiro, mal sabem eles a importancia de ver um dia parindo um sol no horizonte e uma noite soltando uma lua na escuridão...

Eu e toda a equipe do veleiro CAVELHA desejamos a todos um ótimo ano que começa daqui a pouco, muita saúde e alegrias! Que o manto de nossa Senhora cubra seus lares como uma grande vela que leva seu barco, e que o grande capitão de todos leve seu barco para águas tranquilas...
Que as mansas águas de Iemaja proteja seu barco (familia) de todos os rochedos que surgirem....



Bons Ventos...
Feliz 2012

sexta-feira, 18 de novembro de 2011

VELEIRO ANTIGO ARCOA 18 Pés - Equipe veleiro Cavelha

Olá amigos!!
Costumo velejar na represa billings com meu paturi 16, já percorremos varias rotas que imaginamos, travessia da ponte da rodovia dos imigrantes, uma região muito bonita, lá o vento sempre é mais favoravel para as velejadas, por algum motivo (acredito eu) quando ele sompra do mar para a serra deve formar um canal, direcionando ele para aquele lugar. Atravessamos também algumas vezes a ponte do rodoanel sul, uma vista totalmente diferente de toda a natureza que tem em volta, uma estrutura de cimento pré-fabricado que avança sobre as águas da represa, com uma altura de mais de doze metros, o barulho que os carros e caminhões fazem ao passar forma um ronco estranho aqui em baixo, som que só nós, velejarores, sabemos na quietude de nossas embarcações, apenas roubando rajadas de vento.
Outras vezes fazendo o caminho da balsa do Jardin Eliane, cruzando seus cabos, sempre esperando a oportunidade certa, como ja conhecemos alguns dos operadores da embarcação temos o som da buzina para nos dar garantia da pasagem segura. Neste mesmo braço da represa temos um casal de amigos, o XARÁ e a dona Rosana, moram em uma chácara as margens da Billings.
Entre essas velejadas, muitas outras saidas de barco nós fizemos, tanto à motor como à remo, para explorar lugares diferentes,essa é uma das vantagens da Billings, ela é muito grande e por mais que naveguemos temos sempre lugares e noticias de locais diferentes para ir. Há uma aldeia indigena, mas a navegações por lá, para veleiro, não é a concelhavel devido à quantidade de árvores submersas que não foram retiradas na formação da represa (perigo eminente de um rasgo no casco), mas há lugares de total paz, como a prainha de areia branca, proximo da casa do Miro, boa para fundeio, e bem agradavel. Um outro local que conhecemos é todo de pedras pequenas na cor cinza clara no fundo de uma grota, sem acesso por terra. O lugar é rodeado pelas encostas dos morros, e como aquelas pedras foram parar lá? Neste lugar estivemos com o Dan Robsom, do projeto flutuador, que media a qualidade das águas.
Bom entre estas velejadas fomos conhecendo outros clubes, marinas,e assim mais velejadores. Então veio a calhar as reformas que agora faço com mais frequencia, pois antes, em minha oficina reformava carros antigos e outros brinquedos.
Foram varias reformas muitos amigos (amanhã tenho que ir ao clube dos engenheiros para ver outro veleiro), bom isso que faço agora tenho como apoio nautico a marina SOS LEVI, de onde saímos para as nossas aventuras de fim de semana.
     Tenho que resaltar o trabalho da equipe CAVELHA em tudo que faço! Um barco tem um espaço pequeno, e tudo se resolve ali, é a estenção de nossa casa.



     Um barco para quem tem o dom de gostar do que é bom ( familia, vida saudavel, amigos,comer bem!!) é um presente, não importa seu tamanho, modelo, ano de construção, mas sim o prazer de viver! A todos um ótimo final de semana!!!!
Veleiro Cavelha saíndo para mais uma velejada...

Esta é a ponte da Imigrantes (vista, saindo da Marina SOS Levi, depois do Rodoanel Sul...)
               
 <><>
<>
<>
 
Ponte do Rodoanel...



quinta-feira, 3 de novembro de 2011

Entrega do veleiro

Bom mais um veleiro reformado e entregue a seu dono,tudo deu certo desde a saída aqui de casa ate a chegada na marina SOS LEVI, onde colocamos o veleiro na agua para ser rebocado, um dia com vento fraco em media de uns 10 a 14 nos mas constante, este vento vindo do sul pela serra do mar ate que nos ajudou a rebocar o veleiro para o clube dos engenheiros,pois ele se encontra, partindo da nossa narina ao norte então foi favorável,mas o arrasto è muito grande porque levo ele já encarretado ,chegando la e só por no trator e puxar.
Após  descer a arcoa(SCUNINHA),começamos a preparar os barcos para a travessia, cerca de uma hora e dez mais ou menos, alguns cabos de segurança passamos a mais, revisamos combustível, agua, lanchinho, capas, luvas ...... mas para que tudo isso? o dia não tava lindo!! sol, vento ajudando tudo certinho......  Só não se esqueça " você esta navegando na billings!"
                            Um dia uma amiga me disse:  Sergio vai navegar na billings, la só tem ventão e seraçao, prepara teu barco! (Graziela instrutora de vela e uma grande pessoa) ,eu acrescento nisso a palavra SEMPRE.

Bom, saímos todos bem, o proprietario do veleiro já estava a nossa espera,travessia de uns 7km,cruzando o canal do RIO GRANDE da SERRA,então o vento começou a aumentar,apertei um pouco mais o passo para conseguir navegar abrigado do vento na outra margem, mas a  BILLINGS não deixou.Foi navegando com ondas de cerca de dois pés,com rajada de vento entorno de uns vinte nos que chegamos no clube,otimo la e abrigado do vento sul,atracamos os dois barcos sem problemas, o Sr Roberto proprietario do veleiro nos ajudou nas manobras finais,e tudo referente a este veleiro ficou certo.
Aproveitamos tambem para dar uma olhada no SAMOA 28 do Roberto que ele mesmo esta construindo, um belo barco!
Ate ai o sol continuava brilhando forte,um pouco de vento dava para perceber pois ali e bem abrigado ,mas uma ida ate o pier,mudou nossos planos,  soltar cabos,levantar ancora pois a coisa la fora tinha virado,aquele ventinho que estava ao nosso vafor tinha crescido para uns 20 a 25 nos com rajadas,e muito SPRAY,para nos agora era uma navegação ao contrario, vento na cara, ondas de 4 pés,em seguensia de três fora os carneirinhos,espumando, ai vem, vale apena preparar bem o barco antes de qualquer saída.
Nos despedimos e saímos contornando a margem de bombordo que ainda estava um pouco abrigada,pela proa e boreste estava tudo mexido,antes de acabar o abrigo do vento vi que não fiz uma boa escolha,a margem naquele braço e rasa assim fazendo que as ondas que vinham começassem a estourar igual as da praia,a segunda seguensia fez a proa da SCUNINHA entrar atravessada na onda  , molhando seu pontal de mais de um metro e meio,rápido corrigimos o rumo e o tipo de navegar,(COLETES),abaixamos as velas pois estava muito tarde para ir no contravento,MOTOR ligado ,procurando canal entre as seguencias e a tripulação adorando.

Bom o retorno foi bem ajitado,cortamos a repressa uma unica vez,nesta foto mostra a ponte do rodoanel sul la no fundo e a marina SOS LEVI bem ao lado naquele muro branco,nesta parte do caminho e onde o canal principal encontra o braço da balsa do lado do Jardim Eliane, ai o vento costuma normalmente ja ser forte neste dia entao nem tem o que falar,e um coredor de vento sem nenhum obstaculo para intervir desde o alto da serra la na rodovia dos imigrantes.
Aqui as ondas estavam lavando nossa proa a toda hora,chegava a tirar motor para nao cabeçar na proxima onda (lembrei as saidas que fazia com meu pai na barra de itanhaem) e foi assim ate a marina, um dia lindo ,sol ,ar da serra, vento frio, agua no rosto......


segunda-feira, 31 de outubro de 2011

Fotos do veleiro




 Depois de muita lixa, massa,praimer,e um pouco de paciensia pois o clima jogou o tempo todo contra esta reforma,o resultado final foi um paturi restaurado,para mais alguns anos de velejadas
Estas são as fotos do barco aqui em casa as pro cimas já seram dele na marina sendo entregue.No final de semana passado fui a marina e aproveitei para fazer o polimento do mastro e alguns ajustes.

Umas fotos do mastro para ver a diferença antes e depois do polimento












Bom quarta feira entrego o barco ,teremos mais algumas fotos dele montado e sendo rebocado para o clube dos engenheiros pela nossa embarcação de apoio,a SCUNINHA uma arcoa 18 pés, que velejei com ela no sábado com minha filha..

REFORMA veleiro paturi FINAL

Ola aqui temos algumas fotos, da pintura das faixas do veleiro,e no final desta postagem mostrarei fotos dele pronto,durante a semana mandei fotos do veleiro  para o proprietario assim ele foi o primeiro a ver o barco.Preparando o casco para fazer as faixas
Aqui o casco já esta sendo pintado,tem três faixas nele a primeira da borda falsa,logo abaixo dela tem outra que da a linha de alongamento do casco,esta entre as duas branca faz uma iluzao alongando o casco,a terceira, a linha d agua e uma das mais importantes,pois e uma referencia para quem olha o barco na agua,de sua flutuação, a marinha costuma usar este recurso para identificar exeso de carga em barcos de pesca proficional.


Começando a pintura apenas fumaçando ate dar a cor certa,depois só reforçar as camadas 
Aqui a pintura já esta pronta,e vamos retirar o empapelamento para ver como ficou.

sexta-feira, 21 de outubro de 2011

REFORMA veleiro paturi

Bom,amanheceu com sol.Motivo para realizar a pintura final do casco do veleiro,tinha um pouco de vento mas ate ai tudo bem.
Primeira coisa, uma ultima lixada no casco para garantir estar livre de impuressas e garantir uma boa aderência.
Depois foi só levantar ele da carreta,preparar todo o material e começar a aplicar as ultimas mãos de tinta,o clima que vinha me prejudicando nestas ultimas semanas,agora me deu uma boa ajuda,estou no escritório e ate agora esta quente la fora,isso ajuda na secagem da tinta,evitando manchas mas mesmo assim este casco sera polido sem lixar entam não daria muita diferença no final.
Agora tenho que esperar um dia para começar a pintura das faixas.Ttenho também um bom trabalho na parte da ferragem mas deu para adiantar na semana das chuvas.Uma coisa que sempre falo aos meus clientes e que uma reforma nunca se tem ideia certa do que vai acontecer,já passei por cada uma !!!!

Esta F75 que estou em cima para ela ficar assim já tinha trabalhado nela uns dois meses,ela chegou toda desmontada sem portas,sem paralamas e foi muita solda e lixa...


E este foi o dia que pintei.

Voltando ao veleiro tenho algumas imperfeições para terminar no casco mas são bem simples,umas marquinhas que ficam de vários anos de velejadas,

Umas fotos na hora da pintura.

Aqui ele já esta pintado,faltando apenas as faixas nas laterais,com o clima ceco este brilho permanece não presiçando lixar para polir, como fazem por ai,ao lixar a tinta uma boa parte da pintura vai para o ralo.
Bom mais um dia.


quinta-feira, 20 de outubro de 2011

REFORMA veleiro paturi

Bom, o dia amanheceu sem humidade e um sol bem tímido aqui por estes lados ,mas deu para colocar uma parte da pintura em dia.
Dentro do dek apliquei uma mão de anti derrapante,para melhor firmar os pés,evitando assim escoregoes la pelas 15:00hr comecei a pintar o deck,apesar do vento,baixar um pouco a temperatura deu para terminar esta parte,ficando assim somente o casco,que ate domingo acredito pintar pois,esta todo branco e bem liso.

Tem aqui algumas fotos de hoje:



Nesta foto da pra ver  parte da borda do barco que foi colada novamente.Obrilho que esta este vai ficar pois secou antes de começar o vento,e também tinha uma dose maior de catalisador.

O casco já esta todo branco,mas falta puxar brilho nas próximas mãos.

Aqui esta o anti derrapante.

Uma parte das madeiras já envernizadas.

Esta e uma parcial de como vai ficar,vou tentar postar todos os dias ate terminar o FRADIS,mostrando assim como e o trabalho na parte final.

segunda-feira, 17 de outubro de 2011

Terminando mais uma reforma veleiro paturi

Ola! amigos do blog estou com um veleiro 16 pés a duas semanas pronto para receber as três mãos de tinta finais de pintura,como trabalho em minha chacara no extremo sul de São Paulo as margens da represa billings tenho um problema com humidade muito grave,imagine você acordar com uma temperatura de uns 20graus e quando chegar la pelas 14:00h estiver 29graus,e de repente entrar uma serração que a temperatura despenca para uns 13graus!
Olhe esta foto tirada proximo das 13:00h, o que era um belo dia de sol.
Esta foto foi no dia que teve na imigrantes o maior engavetamento da rodovia .

Este e do Sr Roberto do clube dos engenheiros,que fica bem perto da marina SOSLEVI, dela nos saímos e vamos buscar barcos de outros clubes para reformar.Com este clima maluco meus outros serviços de restauração também estão parados apesar de estarem todos em galpoes não e muito aconcelhavel pintar com tanta umidade.

Bom acredito que amanhã vai ser um pouco melhor.

quarta-feira, 12 de outubro de 2011

Aos amigos da Revista Naútica - Off-Shore

Estas são as imagens de uma lancha que veio parar em minhas mãos, acredito ter um ano para montar e reformar este brinquedo. Essas fotos estão do jeito que ela se encontrava antes...


o casco esta perfeito sem deformações

tem esta rabeta para hélice de superfície,que pretendo montar para um desempenho melhor.
  
o casco .


a popa tem um amplo local para motor de centro,com uma estrutura bem reforçada.
as próximas fotos ela estará lavada,que e um começo!

terça-feira, 11 de outubro de 2011

Cavelha

Bom fiquei um tempo sem postar,mas agora vamos colocar um pouco de ordem na bagunça,em uma das ultimas postagens estava entregando um veleiro,bem quando entreguei ele já voltei com outro paturi para reformar ele já esta quase pronto ta na reta final agora só faltando a pintura vou colocar algumas fotos de depois,na represa não mudou muita coisa não,ela começou a abaixar,onde antes tínhamos cerca de 1.50 de profundidade agora tem cerca de 0.90 isso se da porque estão preparando ela para receber toda a agua da chuva que cair na região central de São Paulo,bombeando o rio pinheiros para cá, ai começa toda porcaria de novo,mas se não fizer isso vai alagar ate a catedral da SE.
Uma vergonha todo ano e assim e não vai mudar não pois usam a Represa de palanque eleitoral,quem salvar a represa vira super herói.
Sabe tem que ter favela,invasão de terra,crime ambiental,desmatamento,pesca ilegal,caros dentro da agua,se não a represa vira um ponto turístico,de renda,ambiental tao bom tao poderoso que o governo não vai conseguir colocar dinheiro dentro dela,ai o dinheiro molha e tem que fazer tudo de novo,e de novo como sempre.
Sabe nos que ficamos todos os dias em contato com ela se ninguém atrapalhasse em poucos anos ela se recuperaria sozinha,mas tem muita gente que não quer.PORRA O BOMBARDIAMENTO DO TIETE NÃO PARA BARALHO,voltamos ao normal.
Esses dias foi pescada uma carpa de 59k e 1.40mt quantos anos ela estava nadando por aqui,quantas mais tem,isso aqui não e um lixo entao.
Domingo passado eu e o Levi saímos de bote para uma volta rápida só para aquecer o motor surpresa em um dos Barrancos pro cimo da marina tinha uma CAPIVARA morta com dois tiros boiando,ligamos para a ambiental uma porrada de vês você atendeu,tem casador, armado e lógico andando por la,tem fiscalização!
só de dia com SOL.
Por falar em sol depois daquele asidemte na rodovia dos imigrantes,toda tarde ta baixando uma neblina Tao forte que tem lanchas que ficam na marina esperando anoitecer para poder voltar para o riacho grande,o clima ta maluco..
Tinha postado a uns 6 meses atrás de uma bóia da sabesp no barranco,ela ainda esta la ninguém foi buscar.
O começo só lixa e dois trincos fortes.


retirando estas camadas de tinta,apareceu muito ondulado de massas de outras reformas que foram escondidas

a quilha foi um caso a parte teve que fazer tudo que tinha a mão

mas valeu a pena

todas essas manchas no casco eram imperfeições,corijidas na lixa tirando  eceso de material,e uma das mãos de fundo

esta foi a primeira mão de tinta,faltam 4

Levi a esquerda e Andeson a direita  fim de tarde na marina.

Vamos ver, o desmatamento na ILHA do BORORE continua firme e forte, ,a balsa e um caso a parte depois conto algumas .

segunda-feira, 5 de setembro de 2011

Fim da reforma e entrega do VIKING


Terminei a reforma do veleiro tenho aqui algumas fotos.Aqui ele ja estava todo preparado pronto para receber as primeiras maos de pintura



Aqui foi no dia enque levei na marina,do levi para montar o mastro,ficando assim faltando so rebocar ele e a carreta para o clube dos engenheiros no fim de semana mais um pronto.

segunda-feira, 15 de agosto de 2011

CAVELHA significado

Ola!  percebi que na internet estão aparecendo muitas informações com a palavra CAVELHA, bem este nome é de uma peça de ferro, geralmente feita a mão por um membro da familia, que tenha facil manuseio com materiais brutos, ferro, madeira, ceramica, etc. Esta cavelha que eu uso é a junção de duas cavelhas antigas da epoca de 1830, estas são as identificasões das familias, a nossa é de uma cidade ao norte da Italia com o nome de FORLI.
 Meu pai, filho unico, teve que manter este (BRASÃO), mesmo que às sombras por longo tempo, tempo este que na europa, seu pai e seu avo foram mortos antes e durante a segunda grande guerra.
Periodo este em que os camisas negras protegiam o DUTI, estes de nossa região Emilia Romania.
Em 1934 era nato meu pai com toda dificuldade de manter-se vivo durante a guerra ainda criança,chegando a roubar cascas de batatas e ração dos cavalos para levar a casa trasformando isto em uma sopa, pois as tropas dos soldados levavam tudo que estivese a vista.
Bem, esta minha cavelha foi feita por meu tio avo Idalgo que morava nos alpes, bem, como a vida não é só luta (armada e sofrimento de guerras) tive a oportunidade de ir à Italia com a familia.
Este meu tio ainda fazia  CAVELHAS para familias europeias, como nós tres, filhos do meu pai somos a continuação da familia, foi me dada a cavelha.
Trago ela em destaque em minha sala pois muitos foram aqueles que serviram por ela.

   Minha CAVELHA é a continuação de uma historia agora entregue às minhas duas filhas.

Peça metalica de 50cm de altura 4 argolas de metal e cerca de 1.5 quilos com base de madeira.

segunda-feira, 25 de julho de 2011

REFORMA DO VELEIRO LIGHT CAVELHA REPRESA BILLINGS

Amantes da náutica que um dia venham a ler este blog,  nosso esporte é pouco divulgado, caro, nossos brinquedos fazem parte de nós, temos ciumes deles, temos cuidado com eles, mesmo em baixo de chuva estamos os secando para enlonar, cuidados ao encarretar, então nem se fala...
    INFELIZMENTE há uma explosão de embarcações que só falta ter buzina, bi bi, para ser igual a uma moto, sabe qual é né? Não vou generalizar, mas uma boa parte de seus donos, sem consciência, não sabem sair nem chegar em um pontão, causam tanto que outras embrarcações saem de perto. Acredito que vou ficar um tempo sem postar fotos, pois um destes "jetmoteiros" sem consciência (NÃO SÃO TODOS), no ultimo fim de semana, passava pelo meu veleiro, uma Arcoa que usamos para turismo aqui na Billings, jogou água umas oito vezes dentro da embarcaçao, estávamos com a FAMÍLIA DELE DENTRO DO BARCO, alterado pelo uso de bebida, sem condições de navegar nem mesmo num tronco de bananeira. Após desembarcar sua família com segurança em terra, fomos ver nossos aparelhos eletrônicos, todos molhados! Alterado, ainda nos ameaçou dizendo que quando visse nosso barco nos AFUNDARIA!!!
Voltamos à marina para pequenos reparos, pois nosso painel de instrumentos que é simples, veio a entrar em curto. Passado algumas horas, já um pouco mais calmo, mas com um bom prejuíso, um dos jets voltou à marina, pedia socorro pois o outro "jetmoteiro" foi tirar seu jet da represa com sua pik-up novinha, importada, (mas seu dono continuava bêbado) e entrou com ela toda dentro da represa !!!!
Bem ai vimos que não é o veiculo que eles usam, é o dono que eles têm! O nosso trator tirou este imbec.... das águas da represa.

Bem agora falando de coisas boas, salvei algumas fotos do veleiro que começei a reformar. O veleiro é este do meio, um barco muito completo que está com o seu casco bem conservado, só faltando uma restauração em seu deck, pois carrega a marca de muitas velejadas.

Esta foto é a mais proxima que sobrou.

Bem, já comecei a raspar toda a parte branca do deck, não deu para ficar só na lixa, pois tinha excesso de tinta  decorrente de varias pinturas durante estes tempos. Agora com ele aqui em casa em um dos galpões, começa a ser restaurado. Não tem muita frescura, podia aqui inventar mil coisas para encher ele de detalhes, mas por enquanto é só raspar até chegar na massa aplicada pela primeira vez encima da madeira crua, assim começando todo processo de amaciamento até chegar na primeira mão de primer....

quinta-feira, 21 de julho de 2011

Final da reforma do veleiro RIPE

Esta foi a entrega do veleiro Ripe, na Marina S.O.S. Levi.

Havia comentado sobre a reforma do Paturi 16, o Ripe, e como prometido, venho mostrar para voces como ele ficou.

Depois de um bom tempo de trabalho nele, aqui na chacara, o barco foi finalizado, o mau tempo havia atrapalhado no começo, mais nada que um pouco de carinho não concertasse. Agora, as fotos:

Após pronto, com todas as faixas pintadas, só faltando os guardamancebos e as partes de madeira.

À caminho da Marina S.O.S. Levi, na represa Billings. Esperando na fila a balsa chegar.



Agora que o Paturi 16 está completamente pronto, eu trouxe para a chacara, pra reformar o deck um veleiro ligth de madeira.

Este light, Viking, é do Senhor Alceu, também velejador da Billings. O Viking está muito bom, apenas seu deck branco irá passar pela reforma. Numa próxima postagem já lhes mostro um pouco mais sobre ele!!
Bons Ventos à todos...

sexta-feira, 1 de julho de 2011

Reforma de veleiro represa billings cavelha

Bom tinha comentado da reforma do veleiro paturi a algum tempo hoje faz 54 dias que ele ficou aqui na chacara onde fasso as reformas ele esta pronto desde quarta feira,este sababo (amanha)eu levo ele ate a marina,não foram todos estes dias trabalhados só nele,pois reformo caros antigos também,teve muita chuva e frio neste período que atrapalhou na secagem dos materiais foi uma reforma de um nível difícil pois apareceram algumas surpresas.





Na reforma do casco não teve como aproveitar a tinta antiga ela teve que ser retirada totalmente,deixando o gel limpo para melhor trabalhar,assim ensina dele pude começar todo o trabalho.Não vou falar muito sobre o material utilizado pois cada um tem seu gosto,e tem que garantir o que faz, já vi proficional com material bom fazer tanta merd......e ao contrario também.




Neste vídeo deu para ver um pouco do costado. após lixar as imperfeições foi aplicado a primeira mão de fundo(primer),logo após outra correçao de defeitos isso ficou ate a segunda demao de tinta branca,cerca de 4 mãos.
Esta e uma das primeiras camadas de tinta branca,ao todo só de tinta no costado cerca de 4,No fundo abaixo da linha d agua entre praimer e tinta 6 mãos foram aplicadas,tem um risco grande entre as mãos de tinta a mudança climática fazia o casco soar(gerar uma humidade),assim voltava ao galpao para ficar na estufa.

Bom o barco já esta pronto,daqui da janela do escritório vejo ele,nas próximas postagens eu mostro um pouco mais,a todos Bons Ventos.bom este fim de semana ele já estará na represa billings....

domingo, 26 de junho de 2011

Veleiro Cavelha SOS LEVI represa billings

Bom depois de algum tempo sem postar, com aquela velha desculpa de falta de tempo (que e uma usada por muitos), quase esta tudo igual na billings, aos finais de semana muitos colegas na marina, pessoal do riacho grande, pedra branca, clube dos engenheiros, de toda a parte da billings estão nos visitando.


Temos uma ótima infra-estrutura, a SOS LEVI. Quero agradecer ao pessoal da guarda civil metropolitana (ambiental) pelo aumento nas fiscalizações na ilha do Bororé.



Nota-se que apesar de não estar chovendo muito em SP, não sei como aparece tanto plástico boiando na água principalmente guando vamos com nossos barcos em direção ao norte na barragem do rio grande porra porque eles não param de bombear o rio pinheiros (tietê) para cá!

Este lixo plástico não e todo das áreas invadidas porque, se fosse seria o maior consumidor de todo estado.

Agora sim.

Algumas velejadas muito gostosas, com a Scuninha, em uma tarde saímos da marina rumo norte ate bem próximo do local onde a SUCURI aparece,foi um popa muito gostoso levamos cerca de 2horas em uma asa de pombo com força de orçar a qualquer descuido a popa da escuninha levantava com as ondas que forçava a proa a ponto de seus bordos molharem, com ela e muito gostoso por ser pesada as saídas de ondas são fortes, e ao retornar a água sua proa espalha água como um spray. Bom como não seria favorável se o vento mudasse para o retorno voltamos com um sul forte aqueles aqui da billings com serração e tudo em bordos longos usando toda a extensão das margens,ai sim como o barco pesado e diferente no traves ele não adernava muito o vento passava pelos estais fazendo um zumbidinho, sua retranca tem três furos que pareciam uma flauta.

As ondas antes que eram grandes e espaças agora vinham como carneirinhos em nosso costado, lavando-nos como uma mangueira, o ultimo traves já foi no sentido da marina cerca de uma extensão de 3km, em uma única perna com vento sul,vindo da serra do mar gelado,molhado,mas REJUVENESEDOR....

(ps.: não tenho como dizer bem a velocidade dos ventos mas a próxima aquisição será um anemômetro!)

- Sabrinna, Levi e Sergio -

- Sabrinna, Sérgio e Sergio -

segunda-feira, 16 de maio de 2011

Fruta diferente. Reforma do veleiro....

Ola,tem coisas que nao da para esplicar, quer dizer sempre vai ter aquele PHD em F   U  D   E    R  que vai querer aparecer um pouco.Na marina do levi tem varias arvores frutiferas,mas uma delas caprichou,nao teve montagem nem truques,foi tirada de uma jaqueira,deve ser um fruto de uma jaqueira macho,logo vão entender,viram ja virei PHD,


Bom pela foto jaca eu não gosto mais,a natureza caprichou mais aqui do que em muitas pessoas, ela esta esposta dentro de um vidro la na marina.

      Bem passado este momento natureza,estou reformando mais um veleiro e um paturi 16 pes de um grande amigo,o barco e um dos mais que sai para agua aqui na billings, uma boa reforma, foi iniciada, ao longo desta eu vou publicando algumas fotos e relatos do que for acontecendo ainda estou tirando pes de galinha,trincas, nada fora do comun


Quando for reformar alguma coisa, carro, barco etc moderno ou antigo,simples ou refinado veja se o proficional trata os dois com igualdade,um veleiro simples como este se tiver um casco bem taquiado,bem pintado,não cera o mais caro do mundo mais podera ser o mundo de alguem....